quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Mães,

Geralmente é a vocês que cabem a educação dos filhos, sobre tudo modos a mesa, arrumação do quarto e etc. Não sejam preguiçosas! É mais fácil fazer do que ensinar.Mas tenham coragem, ensinem. E começe sedo para que os bons hábitos se tornarem uma segunda natureza e não um procedimento para se ter só na frente das visitas. Sejam rigorosas! Eles vão te odiar, as vezes... vocês vão querer esgana-los frequentemente.Faz parte entre as pessoas que se amam.Mas um belo dia alguém vai dizer o quanto o seu filho é educado, prestativo, gentil, querido! Você vai desmaiar de surpresa e felicidade. Não morra de vergonha se seu filho der um vexame na frente dos seus amigos. Não valorize os erros, nem de broca em publico. Nunca trate a criança como se ela fosse uma débil mental, elas entendem tudo! Use sempre um bom vocabulário, isso aumenta a capacidade linguística das crianças e não fique para morrer de culpa se algum dia precisar frustrar seu filho tipo promessa que não pode ser cumprida etc. O palavrão! É dito por todos. Até em televisão, escritos nos jornais, etc. Pretender que uma criança não repita é puro delírio. Vamos moderar. Mas a regra de ouro seria : evitar palavrões na hora da raiva, da briga, isso vale também para os adultos. Ensinem...obrigue seus filhos a cuidarem da bagunça que fazem. A lista não tem fim,porque a imaginação de uma criança para instalar o caos onde quer que esteja é também infinita. Quando o destino colocar vocês na mesma festa, faça o tipo destinta e alegre, pareça o que eles querem que você seja, anule-se , se enturme com os mais velhos, trate os mais jovens como se fosse uma tia simpaticona, nada mais. Ria das historias deles e não conte nenhuma sua, e depois dessa festa vá correndo tomar um whisk duplo no bar bonju pra não ter um enfarto. Em compensação, na frente dos netos faça tudo que não deve e muito mais...netos costumam adorar as avós. É que eles sabem que vão poder contar com elas como fortes aliadas nas crises de caretice dos pais. Cruel? Não... apenas verdade e mais, isso e que faz o equilíbrio da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário